Fique esperto! Parceria promoverá qualificação profissional a alunos de escolas municipais de Salvador

Compartilhe com os seus amigos

Alô, Comunidade! Os estudantes adolescentes e jovens matriculados na rede municipal de ensino de Salvador vão ganhar uma importante oportunidade de qualificação profissional para facilitar o ingresso no mercado de trabalho.

Uma parceria entre a Prefeitura de Salvador e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac-BA) foi firmada para a promoção de cursos nas escolas da rede.

O termo de cooperação foi assinado pelo prefeito ACM Neto e pelo presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomércio-BA), Carlos de Souza Andrade, em cerimônia realizada nesta quinta-feira (29), na Casa do Comércio.

Também estiveram presentes na ocasião o secretário e a diretora pedagógica da Smed, Bruno Barral e Joelice Braga, respectivamente; a diretora regional do Senac-BA, Marina Almeida, e alunos de escolas municipais.

Funcionamento

Os cursos de qualificação profissional são voltados aos alunos com 15 anos ou mais, prioritariamente nas turmas diurnas da Educação de Jovens e Adultos II (EJA II), que equivale ao Ensino Fundamental Anos Finais.

Em 2019, serão atendidos 1,4 mil educandos, distribuídos em 47 turmas e 24 escolas. As capacitações serão para as funções de Operador de Supermercado, Assistente Administrativo, Assistente de Recursos Humanos, Promotor de Vendas, Recepcionista e Assistente de Logística.

As aulas serão ministradas por profissionais do Senac dentro da própria unidade escolar, dispensando o deslocamento dos educandos. Serão fornecidos, também, materiais didáticos necessários para participação no curso, bem como a merenda escolar.

A carga horária total é de 160 horas, sendo 12 horas semanais de aula, distribuídas em quatro horas no turno regular e oito no contraturno. As atividades serão realizadas no período de 9 de setembro a 20 de dezembro.

Em 2020, a iniciativa terá um número maior de beneficiados: 1.712 vagas, além de mais um curso a ser acrescentado à lista, o de Almoxarife.

O certificado será concedido para quem tiver, no mínimo, 75% de frequência no curso. O investimento neste projeto de capacitação profissional é de R$1,235 milhão.

Foto:Valter Pontes/Secom

Com informações SECOM / Salvador


 

Siga o CN no Facebook e Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *