Boa ação: Popó faz leilão do cinturão mundial para ajudar famílias na luta contra a pandemia

Compartilhe com os seus amigos

Alô, Comunidade! O ex-boxeador, o baiano Acelino Popó Freitas, teve uma atitude digna de campeão. Ele arrecadou R$ 90 mil com o leilão de seu cinturão mundial. O intuito da arrecadação é ajudar as pessoas que estão em dificuldades devido ao covid-19.

O anúncio foi feito, neste domingo (12), pelo próprio tetracampeão mundial em um vídeo nas redes sociais. O lance inicial foi de R$ 20 mil.

Desde o início da pandemia, Popó tem participado de várias ações na busca de ajuda para as pessoas, principalmente em Salvador, onde mora.

“Tem muita gente passando dificuldade e essa foi minha forma de ajudar”, disse o ex-campeão dos superpenas e leves, bastante emocionado.

“É com muito carinho que eu passo esse cinturão para Andre Cavalcante, dono de uma empresa de energia solar, de Recife. Ele está ajudando muita gente, muita família. Muito obrigado mesmo. Que ele possa guardar com muito carinho, como eu guardei”, pontuou.

Cinturão da AMB

O cinturão da AMB foi conquistado em 2002, quando o lutador baiano derrotou o cubano Joel Casamayor, por pontos, em Las Vegas, em um dos duelos mais importantes e difíceis do pugilista nacional.

Popó foi campeão pela primeira vez em 1999, quando ganhou o título dos superpenas da Organização Mundial de Boxe. Em 2002, unificou os títulos, ao bater Casamayor. Subiu de categoria e foi campeão dos leves em 2004. Repetiu a dose em 2006.

Confira abaixo o vídeo de Popó:

 

Informações Correio 24 Horas

 


 

Siga o Comunidade Notícia no Facebook e Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *